Blog também uma rede digital! #CursoEPemRede

Padrão

charge

Estou participando do curso on-line “Educação e participação em rede”, da plataforma Educação&Participação!
Conheça mais em http://www.educacaoeparticipacao.org.br/

Entre as tarefas, temos que escolher uma rede social que consideramos interessante e claro o wordpress é minha indicação.

Um blog é mais que um espaço para ideias… é uma rede social!
Compartilhamos ideias, comentamos, criamos vinculos com alguns leitores e muito mais!

Sem mensionar que existe a possibilidade de criar redes sociais dentro do wordpress, enfim, a plataforma tem muitas possibilidades para integração… e uma rede social nada mais é do que um espaço para troca de ideias.

Sobre a charge,
fico imaginando o quanto de conteudo perderemos com o fim do facebook…afinal nada é eterno na internet e pode surgir uma nova mania mundial de comunicação… um exemplo disto aconteceu com o finado ORKUT, onde milhões de informações foram perdidas com o fim operacional da rede social.
Eram milhões de grupos, foruns repletos de relatos e informações…. tudo perdido!

Então a minha dica é, utilize o wordpress para expor suas ideias e compartilhe os links em TODAS as mídias sociais!
🙂

#CursoEPemRede

Primeiro post via celular

Padrão

image

Este é meu primeiro post via smartphone, encontrei uma matéria contando que o aplicativo era bom, então resolvi tentar.

Já tentei utilizar o wordpress via mobile antigamente, mas era péssimo.. mandei mensagem para o suporte e acredite… eles responderam:
– para criar um post via mobile utilize um navegador!
kkkkk

Enfim… vou dar uma semana de teste!

Obs.: existe uma opção de localização… Será que funciona?

Novo aplicativo vai disputar com WhatsApp e promete pagar usuários

Padrão

wowapprenato(
(juro que escolher uma imagem para destacar este post foi a mais difícil de todas!)

Resumindo: uma mistura de recursos e funções encontradas nos principais programas de trocas de mensagens e tem fins lucrativos.

O aplicativo WowApp , desenvolvido na Romênia, é parecido com o WhatsApp, tem funções mais leve que o Skype, quer disputar mercado com o Facebook e você pode fazer ligação e videoconferências grátis!

Para atrair o publico, eles prometem dividir os lucros das campanhas de publicidade…. isto mesmo… você ganha pra usar o aplicativo!

Mas não imagine que vai ficar rico!
Eles tem a opção onde os usuários podem doar a quantia para cerca de 2000 instituições de caridade em mais de 110 países… acredito que seja o motivo de escolher o logotipo rosa (muito irritante)

A proposta da desenvolvedora é compartilhar cerca de 70% de seu lucro com os internautas, bastando que eles utilizem constantemente o aplicativo.

O interessante são as alternativas de criar grupos… fazer videos, enviar arquivos… pode ser bem interessante para paquerar, mas a criação da página de perfil é confusa.

Tem um ícone de mascara…. o que será?!
mascara

Eles também criaram uma moeda virtual chamada Wowcoins, que o usuário poderá gastar dentro da própria plataforma… ainda não descobri como!

É possível também acessar o WowApp pelo computador Windows e/ou Mac.

Criei uma página de teste, mas preciso de amigos para ver como funciona,
Abaixo esta o link para meu contato… até lá!

https://www.wowapp.com/w/renatoan/Renato-Andrade

O que vc achou?

Charmosos, Jovens, Criativos – Conheça os geeks hypes de Nova York

Padrão

ricos
As revistas e sites sobre tecnologia declaram que além de empreendedores, uma turma cheia de carisma, ideias criativas, divertidas, bonitas e charmosas adotaram a agitação de NY para morar e desenvolver as novas tendências e inovações do mundo virtual.

Fiz uma lista com o top 10 empreendedores que residem em NYC e declaram que é um lugar inspirador para quem trabalha com tecnologia e inovação.


1- Toby Daniels
do Social Media Week e Crowdcentric

O primeiro da lista nasceu na Inglaterra, mas já pode ser considerado um cidadão do mundo. Daniels é o fundador de uma plataforma de mídia e comanda um evento que acontece em várias cidades do mundo chamada Social Media Week (que teve sua versão em São Paulo). 

O rapaz divide seu tempo entre a esposa e longas horas pesquisando tendências na web.


2- Kathryn Minshew
 do The Muse

Considerada uma referência para as mulheres empreendedoras, Minshew coordena o The Muse – plataforma de conteúdo online  – com milhões de leitores, onde quem está buscando trabalho tem acesso aos escritórios das principais empresas, vídeos com funcionários e assim os centenas de cadastrados escolhem “a empresa dos sonhos” e acompanham as vagas disponíveis.

Inovação na área de RH, o foco do site consistente no desenvolvimento profissional e possui clientes como: Gucci, Facebook, Flickr, Dell e TED (uma fundação privada americana, sem fins lucrativos, reconhecida por suas conferências).


3- Seth Porges
do Cloth

Seth alterna sua vida entre as carreiras de escritor freelance – durante o dia – e novo empresário fashionista da noite nova-iorquina. Porges faz um mix de artigos sobre startups, tecnologia e lifestyle – carros e bebidas – e no desenvolvimento de aplicativos como o “Cloth”, que além de compartilhar suas roupas favoritas, utiliza dados meteorológicos em tempo real e sugere quais, entre suas roupas perfeitas, você pode usar.

 

4- Kellee Khalil do Loverly

A criação da blogueira é planejar seu casamento através de um site de comércio eletrônico chamado Lover.ly, serviço que rastreia imagens das principais tendências mundiais sobre matrimônio e apresenta uma lista de sugestões filtradas em 20 cores!

Khalil tem a missão de tornar o planejamento do seu casamento uma tarefa simples e divertida.


5- Yancey Strickler 
do Kickstarter

Strickler trabalha com um amigo há alguns anos em um restaurante. Juntos criaram a “Kickstarter”, uma crowdfunding destinada em ajudar no financiamento de filmes, jogos, exposições de arte e, claro, tecnologia.

Em uma cidade que borbulha criatividade e jovialidade, o serviço mudou o destino de 49 mil projetos de artistas criativos, autores e inventores.

Detalhe: Yancey é 100% nova-iorquino.


6- Jake Levine
do Digg

Levine é o rapaz que cuida do famoso Digg –  site que reúne links para notícias, podcasts e vídeos enviados pelos próprios usuários e avaliados por eles -, além de ser expert em mídias sociais. Muito embora seus projetos para internet ainda estejam no início, a comunidade aposta num futuro promissor para o moço!

 

7 e 8- Rachel Sklar e Glynnis MacNicol de O Li.st

Girl power em dose dupla na liderança do Li.st, uma rede de apoio e de recursos para as mulheres empresárias, que alguns conhecem como “XX em Tech”. Elas realizam eventos de tecnologia onde 50% das pessoas no palco são mulheres.

9 – Andrew Rasiej do Personal Democracy Forum

Rasiej é um grande exemplo de um nova-iorquino defensor da internet aberta na cidade e ainda tem tempo para trabalhar na política. Ele reúne, anualmente, algumas das principais mentes brilhantes da região no Personal Democracy Forum (Democracia Midiática Pessoal – em tradução livre) e também participa do The New York Tech Meetup.


10- Seth Bannon
do Amicus

Depois de trabalhar na campanha do Obama, Bannon descobriu uma trilha para captação de recursos de forma mais fácil. Ele é o criador do Amicus, uma tecnologia que aproveita o poder das redes sociais para captar recursos e ajudar organizações sem fins lucrativos. Além de suas realizações profissionais, é conhecido por possuir um dos escritórios mais bonitos em Soho.